O fim da América  Ver em ecrã inteiro

O fim da América

15,00 € IVA incluído

0.25 kg
Entrega até 4 dias úteis (Portugal)

Produto novo

Um país é uma comunidade política e cultural organizada em torno de uma narrativa, de um mito das origens, de um conjunto de ideais com que se relaciona e que o ajudam a estruturar. Um país é uma ficção verdadeira.

Mais detalhes

0001.002.0001

Um país é uma comunidade política e cultural organizada em torno de uma narrativa, de um mito das origens, de um conjunto de ideais com que se relaciona e que o ajudam a estruturar. Um país é uma ficção verdadeira.
Uma coisa em que muitas pessoas decidem acreditar. O país de ideias de Naomi Wolf é feito pela Carta dos Direitos e pela Constituição, pela Magna Carta e pelo habeas corpus, e por uma tradição de diversidade e acolhimento. (…) Esse país está ameaçado, não pelos terroristas, mas pela reação dos americanos ao terrorismo.
Uma das passagens mais impressionantes do livro (…) é aquela em que a autora cita cartas e diários de pessoas que viveram sob o nazismo.
E nós perguntamos: mas elas não sabiam? Sabiam, em parte, e poderiam descobrir o resto. Mas essas pessoas vindas do passado poderiam também encarar-nos e perguntar: e vocês, não sabem agora?
Por detrás dessa pergunta está a explicação de por que é que os países que não se perdem são todos iguais: os países que não se perdem precisam de ser ganhos todos os dias, com conhecimento todos os dias, com ação todos os dias, com civismo todos os dias. Não perder um país é a coisa mais difícil de todas: exige esforço quotidiano. Mas perder um país, — essa é grande lição deste livro — embora cada país se perca de uma maneira diferente, é a coisa mais fácil do mundo: basta não fazer nada.

Como perder um país (do prefácio) - Rui Tavares


Naomi Wolf é uma jornalista e escritora norte-americana que se tem destacado pelo seu ativismo político e crítica social. O seu livro de 1991, O Mito da Beleza foi um bestseller internacional que desafiou a indústria da cosmética e a existência de padrões irrealistas de beleza. O The New York Times considerou-o um dos livros mais importantes do século XX. É cofundadora doThe Woodhull Institute for Ethical Leadership, uma organização que ensina jovens mulheres a tornarem-se líderes e agentes de mudança no século XXI e daThe American Freedom Campaign, uma organização vocacionada para a sensibilização dos e das cidadãs para a proteção dos direitos individuais consagrados na Constituição. Escreveu ensaios para o The New Republic, The Wall Street Journal, Glamour e The New York Times e é uma das colunistas do Project Syndicate, cujos artigos têm sido publicados em Portugal pelo jornal Público.

ISBN978-989-8407-63-4
AutorNaomi Wolf
PrefácioRui Tavares
EdiçãoSetembro 2012
ColeçãoPandora - Ensaios
Páginas264 Páginas
Dimensões13,5 x 21 cm
FormatoObra Impressa

Sem comentários de clientes de momento.

Escreva um comentário

O fim da América

O fim da América

Um país é uma comunidade política e cultural organizada em torno de uma narrativa, de um mito das origens, de um conjunto de ideais com que se relaciona e que o ajudam a estruturar. Um país é uma ficção verdadeira.

Produtos relacionados