Preço reduzido! A arte de pagar as suas dívidas...  Ver em ecrã inteiro

A arte de pagar as suas dívidas...

5,00 € IVA incluído

Antes 6,00 €

-1,00 €

0.11 kg
Entrega até 4 dias úteis (Portugal)

Produto novo

«O credor número três (o proprietário da casa, por exemplo) vem fazer-lhe uma visita, e aproveita esta ocasião para apresentar-lhe a fatura do aluguer. Olhe-o com um ar indeciso, acompanhado por um: É impossível!»

Mais detalhes

0001.003.0005

São arte antiga as técnicas de fuga aos credores por parte dos devedores que hoje bem podem ser um qualquer cidadão anónimo, empresa, governo central, regional, autarquia. A realidade não mudou muito quando comparada com o século XIX, altura em que esta obra foi publicada pela primeira vez.
Este é um manual com a caraterização dos vários tipos de dívida e com exemplos práticos de como, por exemplo, contornar as visitas desagradáveis dos seus credores. Um espelho da sociedade de outros tempos que bem poderia ser o nosso.
«O credor número três (o proprietário da casa, por exemplo) vem fazer-lhe uma visita, e aproveita esta ocasião para apresentar-lhe a fatura do aluguer. Olhe-o com um ar indeciso, acompanhado por um: É impossível! Ele afirma-lhe o contrário. Um homem sem aprumo discutiria com ele em relação ao valor do aluguer ou por uns dias de compreensão. Um homem que tem aprumo responde decidido: Oh, não!
Resumindo, graças ao aprumo, você domina a confiança, dá a imagem de um homem decidido e prudente.»

(extraído da sinopse)

Honoré de Balzac é considerado um dos maiores escritores de ficção de todos os tempos e um dos fundadores do Realismo. Nasceu em Tous a 20 de maio de 1799 e faleceu em Paris a 18 de agosto de 1850. Aos 20 anos mudou-se para Paris onde se dedicou à escrita após uma ato de rebeldia contra os seus pais, que esperavam vê-lo como advogado.Homem das letras, chegava a trabalhar até 18 horas pordia para poder pagar as dívidas que contraiu nos negócios de tipografias onde se tinha envolvido e também para sustentar o nível de vida junto da sociedade mais abastada. Para sobreviver, escreveu, sob pseudónimo, romances de baixa qualidade literária para ganhar a vida, mas a sua mestria viria a revelar-se noutras obras como A Comédia Humana, que reúne numa só obra romances e contos em que abordava «todos os aspetos da sociedade». A presente obra foi inicialmente publicada sob pseudónimo e resulta num importante retrato da sociedade francesa do século XIX.

ISBN978-989-8407-72-6
AutorHonoré de Balzac
PrefácioJosé Viale Moutinho
EdiçãoFevereiro de 2012
ColeçãoFora de coleção
Páginas132 Páginas
Dimensões11 x 16,5 cm
FormatoObra Impressa

Sem comentários de clientes de momento.

Escreva um comentário

A arte de pagar as suas dívidas...

A arte de pagar as suas dívidas...

«O credor número três (o proprietário da casa, por exemplo) vem fazer-lhe uma visita, e aproveita esta ocasião para apresentar-lhe a fatura do aluguer. Olhe-o com um ar indeciso, acompanhado por um: É impossível!»

Produtos relacionados